Luiz Gonzaga serve boa comida ítalo-caipira a 70 km de SP

Luiz Gonzaga serve boa comida ítalo-caipira a 70 km de SP

por Claudio Schapochnik_Louveira/SP

Quer fazer um bate-e-volta para almoçar no interior numa cidade próxima a São Paulo? Em Louveira, distante a cerca de 70 quilômetros da capital paulista pelas excelentes rodovias Bandeirantes e Anhanguera, minha dica é o restaurante Luiz Gonzaga. Localizado na zona rural do município, a casa serve pratos da fazenda e massas italianas em um belo ambiente. De quebra, o estabelecimento fica próximo de vinícolas, ou seja, dá pra almoçar antes ou depois de passear e comprar vinho e suco de uva, entre outras delícias.

Almocei no estabelecimento num domingo no final do mês passado com minha esposa. Cheguei por volta das 13h e já havia bastante movimento. Portanto, é melhor ainda se você chegar lá mais cedo, ou seja, entre 12h e 12h30. O local é bem bucólico, com estacionamento próprio.

Há um grande salão com mesas e cadeiras de madeira e decoração com peças de casa e fotografias antigas. Preferi ficar na área externa, aberta, onde há algumas mesas bem espaçadas e perto de árvores.

No alto o Fazendeiro, o prato que comi no Luiz Gonzaga, e, acima, o salão do restaurante (fotos Claudio Schapochnik/Que Gostoso!)
O interior do salão da casa
A área externa: almocei no local

O atendimento por lá achei bem prestativo e cortez. Vi os protocolos básicos implantados para evitar a propagação do coronavírus: álcool em gel 70%, uso de máscaras o tempo pelos garçons, pelas garçonetes e pelos demais funcionários e, no período em que fiquei, mesas com um distanciamento maior.

O cardápio do Luiz Gonzaga reúne porções (polenta, mandioca e batata fritas, R$ 32 cada; linguiça caseira 500 g, com pão e patê de alho, R$ 47; e isca de tilápia à milanesa com patê de alho, R$ 45); saladas; e peixes e carnes para duas pessoas (leitoa à pururuca, com arroz, tutu de feijão, couve e banana à milanesa, R$ 135; filé mignon à parmegiana, com arroz e fritas, R$ 135).

Há ainda cinco massas italianas (gnocchi, tortelli, caneloni, talharine e lasanha) e quatro tipos de molho (branco, tomate, bolonhesa e arrabiata). São pratos individuais. Por exemplo: talharine R$ 34; gnocchi recheado com catupiry R$ 42; e tortelli recheado com abóbora cabotia, nozes, canela, noz moscada e ervas finas R$ 42).

Acima e embaixo, o delicioso mimo do Luiz Gonzaga: polenta mole com molho à bolonhesa e queijo ralado

A EXPERIÊNCIA
Nosso pedido foi o seguinte: minha esposa foi de caneloni de ricota com espinafre (R$ 35), e eu escolhi uma opção do menu chamada Tradicionais da Fazenda, que é o prato Fazendeiro (R$ 48), composto por arroz, tutu de feijão, vinagrete, costela suína, couve refogada, torresmo e saladinha de rúcula, alface, tomate e cebola. Para beber: água sem gás (R$ 4).

Antes dos pratos, o garçom trouxe uma cortesia da casa: uma micro porção de polenta mole com molho à bolonhesa e queijo ralado para cada um. Simplesmente deliciosa! Bem quentinha, bom molho, bastante queijo por cima e uma polenta correta. Poderia comer um prato fundo dessa receita tranquilamente, ainda mais pelo tempo naquele domingo — céu encoberto, temperatura amena e garoa fina.

O prato da minha esposa, que gostou da massa recheada

Os pratos chegaram logo em seguida. O da minha esposa, veio com cinco canelonis de ricota com espinafre. Ela me contou que gostou e que estavam bem recheados. Não o provei. Parece que estavam saborosos mesmo.

O meu prato é a cara de uma fazenda mesmo, de comida caipira. Vamos às observações: 1) prato bonito; 2) tutu de feijão ótimo, mas a quantidade deixou a desejar. Veio na mesma peça pequenininha de cerâmica do mimo da polenta mole; 3) arroz branco ok, boa porção; 4) a couve estava ótima e cheia de alho frito por cima, que adoro; 5) vinagrete saboroso, mas o mesmo problema do tutu: poderia ter vindo mais; 6) torresmos sequinhos e deliciosos; 7) costelinha assada (sem estar seca, pelo contrário) muito, mas muito boa, com bastante carne; seria o ideal ter mais uma no prato; 8) boas pimentas caseiras que pedi; e, por fim, 9) saladinha simples, porém honesta.

O Fazendeiro, meu almoço no restaurante: tempero nota dez
As pimentas caseiras do Luiz Gonzaga: molho de pimenta vermelha e a cumari, em conserva, ambas muito boas

Ainda que com as observações sobre as quantidades, o prato Fazendeiro no conjunto estava excelente. Destaque para o tempero maravilhoso. Eu o recomendo numa boa.

Como escrevi no início deste texto, nas proximidades do restaurante há duas vinícolas: Vinhos Micheletto e o Empório Cestaroli. Ambas valem a pena para visitar e comprar.

O restaurante Luiz Gonzaga valeu a pena e pretendo voltar para provar outras opções, ainda que aquela costelinha estava tão boa…

A conta do almoço

SERVIÇO:
Luiz Gonzaga Restaurante Fazenda
Rodovia Romildo Prado, Km 5,5 (Estrada Tereza Cestarolli), Louveira/SP
Funcionamento: sábados, domingos e feriados, das 11h30 às 17h
Tel. (19) 3878-2425 e Whats App: (11) 99604-2230
Instagram, Facebook

Deixe uma resposta