A saborosa comida caseira d´O Olival

A saborosa comida caseira d´O Olival

por Claudio Schapochnik_Cunha/SP

Lugar lindo e aconchegante, o restaurante O Olival serve com comida caseira muito boa e possui uma localização ímpar — na Serra do Mar, a 1.260 metros de altitude, na zona rural de Cunha, cidade distante cerca de 230 quilômetros de São Paulo. O nome não é aleatório, pois a casa fica ao lado de um olival, com 1,3 mil oliveiras. De quatro cultivares (Grappolo, Koreineke, Arbequina e Maria da Fé), foram plantadas em 2013 e 2015 com o objetivo de extração de azeite de oliva extra virgem.

Se tudo isso não bastasse, após deixar o carro no estacionamento e seguir a pé para o restaurante — cerca de 200 metros —, você começa a ouvir música clássica. Graças aos alto-falantes espalhados no olival. Segundo os proprietários, este tipo de música influencia positivamente o cultivo das oliveiras.

No alto, o delicioso mousse de chocolate com azeite de oliva e, acima, o restaurante d´O Olival (fotos Claudio Schapochnik/Que Gostoso!)
Fileiras de oliveiras no olival da propriedade

A explicação “peguei” do site da casa: “Sim, é isso mesmo! Nossas oliveiras desenvolvem-se ao som de música clássica. A onda sonora é uma vibração mecânica que carrega energia. Parte-se do pressuposto de que a música organizada pode entrar em ressonância com frequências de oscilação natural das folhas, afetando o estado energético das clorofilas e aumentando, consequentemente, a fotossíntese”.

Por todo este conjunto, ir a´O Olival é uma experiência muito bacana e deve estar na agenda de quem viaja para Cunha. Vale lembrar que o restaurante, que funciona para almoço e jantar, não aceita reservas. Por causa da pandemia de Covid-19, é melhor ligar antes para saber os horários das duas refeições.

Objetos de decoração no interior do restaurante
Vista parcial interna da bonita casa
Cantinho gostoso para esperar uma mesa no restaurante

ALMOÇO: MENU FIXO
Fui almoçar com minha esposa em um dia no mês passado. O local é bem sinalizado na SP-171 e há estacionamento gratuito na propriedade — o Sítio São Jorge, que possui área de 4,2 alqueires.

O restaurante é uma “caixa de vidro” vizinho ao olival e perto de uma linda e alta araucária. Chegamos por volta das 12h30, meia-hora após a abertura num sábado, e já havia bastante clientes. Conseguimos uma mesa na hora. No entanto, o lugar que dá vista ao olival já estava ocupada.

A decoração da casa é informal, cheia de objetos, livros e produtos alimentícios (todos à venda). O atendimento é ótimo, de gente bem simpática e atenciosa. O cardápio é fixo, onde você escolhe uma opção, sempre entre três, de entrada, principal e sobremesa. Quase tudo é produzido no local. Naquele dia custou R$ 57 por pessoa. Bebidas à parte.

Couvert da casa: torradas com azeite de oliva saborizado com pimentas
Formigas na parede junto à mesa que sentei: inofensivas
Bonecos na decoração da casa

Naquele sábado havia: entrada — salada de grãos e folhas com vinagrete de balsâmico; profiterólis com couscous marroquino; e caldo de feijão com bacon; principal — linguine com ragu à bolonhesa; spaghetti de abobrinha ao molho mediterrâneo; e risotto de funghi; sobremesa — mousse de chocolate com azeite; malabie; e sorbet de frutas vermelhas.

Fui de profiterólis com couscous marroquino, linguine com ragu à bolonhesa e mousse de chocolate com azeite. Minha esposa foi de: salada de grãos e folhas com vinagrete de balsâmico, spaghetti de abobrinha ao molho mediterrâneo e sorbet de frutas vermelhas. Para beber, água.

A salada: grãos fazem uma boa diferença
Meu profiterólis em cima do couscous marroquino…
… e a surpresa: profiterólis recheado com ratatouille: excelente

Enquanto a entrada não chegava, a garçonete nos trouxe o couvert — incluso no menu: torradas com azeite de oliva saborizado com pimenta. Gostoso. Estamos num olival, mas estas oliveiras estão bem longe da maturidade comercial para a produção de azeite, que leva 25 anos. Quando isso ocorre, será necessário cerca de dez quilos de azeitonas para produção de apenas um litro de azeite.

Então de onde vem o azeite consumido por lá? De dois parceiros, segundo ouvi dos proprietários: um nacional, o Capolivo, do Rio Grande do Sul, e um estrangeiro, de Portugal. Eu já tinha me informado antes e sabia que o azeite utilizado não era da propriedade.

As entradas não demoraram a chegar. A minha causou uma agradável surpresa, pois pensei que o profiterólis era “oco” e, ao contrário, era recheado de uma ótima ratatouille. Combinou super bem com o couscous. Ótima. A salada da minha esposa, provei um pouco, estava boa.

O spaghetti da minha esposa: ótimo
O meu linguine: massa ótima e ragu farto e bem temperado

Sobre os principais, meu linguine estava ótimo, com um ragu à bolonhesa bem temperado. Pedi queijo ralado e fui prontamente atendido. Dei uma garfada no spaghetti de abobrinha ao molho mediterrâneo que minha esposa pediu e estava ótimo também. Gostei do molho rústico, com tomates cereja.

Em relação às sobremesas, meu Deus… O sorbet (“sorvete” sem leite) estava maravilhoso. As frutas, como a amora, vêm do pomar local, que fica ao lado do estacionamento. Doce sem exagero e azedinho na medida certa. Um escândalo de bom. O meu mousse… Achei a consistência pastosa demais, mas o sabor é muito bom. Havia um fio generoso de azeite de oliva e essa mistura com o chocolate mandou muito bem e adorei. Sobremesas excelentes.

O sorbet de frutas vermelhas: arrasou
Outra imagem do mousse de chocolate: ótima combinação com o azeite de oliva
Amoras na propriedade: frutas viraram sorbet

Depois de um almoço desse, vale a pena explorar a propriedade até o estacionamento e tirar fotos das oliveiras, com aquelas folhas de cor cinza-verde, conhecer as espécies na horta. Show de odores e cores. O lugar, que recebe ainda grupos e excursões para alguns tipos de visita e experiências sensoriais com reservas prévias. é imperdível.

Na horta d´O Olival: flor do alho e…
…e canteiro de peixinho, uma das mais famosas plantas alimentícias não-convencionais (pancs)

SERVIÇO:
O Olival
Rodovia SP-171, Km 58,3, Cunha/SP
Whats App: (11) 99628-1302
visita.oliveiras@gmail.com
www.oolival.com.br
Instagram, Facebook

Deixe uma resposta