Pastelaria Yoka, na Liberdade, vale, sim!

Pastelaria Yoka, na Liberdade, vale, sim!

por Claudio Schapochnik

Adoro comer pastel — de vez em quando, por causa do colesterol. Gosto tanto do de feira quanto do de pastelaria. No mês passado fui com meu sobrinho Isaque a uma pastelaria bem tradicional no bairro oriental da Liberdade, na região central de São Paulo: a Yoka, fundada em 1996.

O salão da pastelaria é pequeno e, por causa da pandemia de Covid-19, está com uma capacidade reduzida para receber os clientes. Mas na hora que cheguei, por volta das 11h30, tive sorte e, depois de medirem minha temperatura, fui liberado para entrar e sentar. Os funcionários estavam devidamente mascarados.

No alto o recheio do pastel de pizza com molho de pimenta da casa e, acima, parte das instalações da Yoka (fotos Claudio Schapochnik/Que Gostoso!)

Minha estreia na casa foi com uma escolha simples, mas que adoro: o pastel de pizza (muçarela, tomate e orégano, R$ 9,90). O Isaque também foi nesta opção.

Ainda que a casa faça outros salgados (esfihas, bolinhos, empadas, coxinhas etc), o carro-chefe é o pastel mesmo. Segundo a dona Luiza Yokoyama, da família proprietária — sim, o estabelecimento é familiar —, dependendo do dia, são vendidos em média entre 500 e 600 pasteis.

A PROVA
O pastel chegou à mesa numa embalagem, bem sequinho e quente. A superfície tem aquelas “bolhas”, resultado da ação da cachaça na massa.

Ao contrário de muitas pastelarias, inclusive as de feiras, o pastel na Yoka não tem uma parte aberta por quem frita para sair o super quente vapor.

O queijo estava bem derretido, fazendo aquela amálgama saborosa com o tomate e o orégano. Poderia ter mais quantidade de recheio, e o tamanho do pastel é médio. A degustação ficou melhor com as doses de molho de pimenta da casa, gostoso, mas não picante. Valeu.

O pastel quando chega à mesa: massa gostosa e sequinha

Numa próxima vez preciso provar uma das criações da casa, o pastenoli — inspirado nos cannoli italianos, é massa de pastel frita polvilhada com canela e açúcar e recheada com chocolate, creme ou doce de leite.

Na hora de pagar, adorei a simpatia e a educação ímpares da dona Luiza, que fica no caixa.

Depois de passear pela Liberdade e pintar aquela fominha, a Yoka é um bom lugar para fazer um lanche. Recomendo.

SERVIÇO:
Pastelaria Yoka
Rua dos Estudantes, 37, Liberdade, São Paulo/SP
Tel. (11) 3207-1795
Whats App: (11) 97188-8992
Fecha às segundas-feiras
www.pastelariayoka.com.br

Deixe uma resposta