Chef Venturelli faz culinária italiana no Ceará

Chef Venturelli faz culinária italiana no Ceará

por Claudio Schapochnik

Paulista de Itapetininga — distante cerca de 170 quilômetros de São Paulo — e descendente de italianos, Fábio Venturelli, de 48 anos, sempre trabalhou nas áreas do turismo e da gastronomia. No decorrer de sua vida profissional, estes dois segmentos sempre estiveram unidos. Agora, com um “empurrãozinho” da pandemia de Covid-19, Venturelli resolveu mergulhar de vez na culinária — claro, a italiana. Ele e a esposa, Adriana Pompeu, se mudaram este ano de mala e cuia para o Ceará. Lá o profissional resolveu atuar em três frentes: produção de massas artesanais, tocar um restaurante em uma pousada, que está em construção, e ser Personal Chef. Ainda não provei a comida dele, mas que parece ser muito, mais muito saborosa, parece!

Em conversa por email e Whats App ao Que Gostoso!, Venturelli recorda que a vontade de “pilotar” as caçarolas tem raízes familiares. “Minha mãe era cozinheira, fazia jantares, festas, salgadinho, bolo etc. Meu cunhado, francês, é chef de cozinha há 40 anos. Foi de vários villages do Club Med mundo a fora”, lembra ele. “Eu sempre cozinhei em casa para a família e os amigos. No final dos anos 2000, fui fazer um curso de gastronomia por seis meses para aprimorar mesmo, também fui para a Itália por um período bem curto, aí foi despertando a vontade de seguir a profissão”, emenda.

No alto, a salada de camarão e, acima, o chef Fábio Venturelli (fotos divulgação)

Venturelli conta que quando saiu da então operadora de turismo Nascimento, em 2010, montou com uma sócia uma agência de viagens em Sorocaba, também no interior paulista. “Esta agência era voltada para viagens de luxo, montamos um espaço gourmet onde reuníamos clientes e eu cozinhava a comida típica da região que iríamos abordar”, afirme ele.

“Saí da sociedade e comprei um Bar Brahma com dois amigos no mercadão de Sorocaba. Fazia feijoada para 150 pessoas todos os sábados”, recorda Venturelli. Logo após ele decidiu voltar para o mercado de turismo na Mobility. “Após um ano de casa vem a história do aumento do imposto sobre remessa internacional, e o mercado começa a demitir. Não foi diferente comigo. Com isso abri a rotisserie Siga La Pasta, onde produzia as massas artesanalmente. Eu me separei da então esposa e voltei a São Paulo para trabalhar com e-commerce.” Neste momento que ele conhece a Adriana Pompeu e decidem, juntos, tentar uma vida nova em terras cearenses.

Bruschettas de shiitake
Spaghetti alla puttanesca

CUCINA ITALIANA PARA OS CEARENSES
A mudança deles para a capital do Ceará, Fortaleza, ocorreu em janeiro deste ano, portanto antes da chegada do novo coronavírus no Brasil. Mais uma vez, Venturelli resolveu trilhar profissionalmente no turismo, onde soma grande experiência em três décadas de atuação. Mas aí começou a pandemia da Covid-19 e tudo mudou.

A esposa dele é sócia no projeto de uma pousada boutique na praia de Guajiru, no município de Trairi — distante cerca de 140 quilômetros de Fortaleza no sentido Jericoacoara. O estabelecimento está em obras e deve ser inaugurado no segundo semestre de 2021.

“Eu iria me introduzir no mercado de turismo, mas com a pandemia dei uma reviravolta novamente para a gastronomia. Fui me especializar, fiz vários cursos e me especializei cada vez mais na cozinha italiana mediterrânea”, enfatiza ele.

Venturelli diz que seu retorno à gastronomia contempla algumas atividades. “Surgiu a ideia de montar uma fabrica de massa artesanais e de liderar um restaurante na pousada onde minha esposa é sócia”, explica ele.

Porção de roastbeef
Crostini de salmão com cream cheese

Enquanto a fábrica e o restaurante não ficam prontos, o chef está em Fortaleza. Lá ele produz as massas italianas, que são vendidas congeladas, e também cozinha sob encomenda vendendo para o público final. Como Personal Chef, “apresento três tipos de menu e preparo o escolhido na casa da pessoa ou num Airbnb para até dez pessoas. E também falar um pouco de turismo, afinal tenho 30 anos neste mercado, 22 países visitados e muitas experiências vivas”.

Em Trairi, Venturelli atende o Restaurante e Pizzaria Bons Amigos, na praia de Guajiru, e o Mercado du Paquete, na praia de Flexeiras. Em ambos ele fornece massas prontas como ravióli de cream cheese com camarões, cream cheese com lagosta, de queijo, ricota com manjericão e lasanha à bolonhesa.

Salmão selado

“Sou um paulista que escolheu o Ceará para viver da arte da cozinha, onde minha mãe sempre transmitiu seu amor por meio de suas iguarias que nos garantiu o sustento e que plantou em mim a paixão pela cozinha. Trago em meus temperos essa paixão distribuindo os sabores de meus antepassados italianos como forma de realização. Cozinheiro, dono de rotisserie e viajante, carrego a soma das culturas gastronômicas que conheci no preparo da rica comida mediterrânea”, escreve o chef Fábio Venturelli em seu site.

Para contatá-lo, consulte os canais abaixo.

SERVIÇO:
Fábio Venturelli
Whats App: (85) 98107-6917 e (11) 96384-23 51
Instagram
www.chefventurelli.com.br
chefventurelli@hotmail.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s