Foodtech usa jaca em "carne" louca vegana

Foodtech usa jaca para “carne” louca vegana

A tradicional e apreciada carne louca, carne bovina cozida e desfiada usada para rechear pão, ganhou uma versão vegana feita com 100% de fibra de jaca. O produto, que está sendo lançado no Brasil pela foodtech brasileira Fábrica Meatz, “tem a mesma aparência e o mesmo sabor da carne louca que conhecemos”, assegura a companhia por meio de um comunicado. É voltado a veganos, vegetarianos e flexitarianos.

A carne louca da Fábrica Meatz já vem pronta para o consumo. A fórmula inclui, além da jaca, azeite de oliva extravirgem, chá preto e carvão ativado vegetal, além de nutrientes como ferro, vitamina B12 e D2. A jaca é conhecida pelo alto teor antioxidante, sendo rica em carboidratos, potássio, cálcio, fósforo, ferro e vitaminas A e C.

“A unidade da Fábrica Meatz fica em Peruíbe, no litoral Sul paulista. A fábrica tem produção totalmente automatizada, com controle e laboratório de desenvolvimento próprios. O local foi escolhido pela disponibilidade de alimentos orgânicos, agroecológicos e de qualidade perto da fábrica, diminuindo o esforço logístico e propiciando benefícios aos produtores locais”, garante Le Mendes, um dos fundadores da empresa.

Foodtech usa jaca em "carne" louca vegana
No alto o sanduíche feito com a “carne” louca de jaca da Fábrica Meatz e, acima, a embalagem do produto (fotos divulgação)

Para produzir as carnes vegetais, a Fábrica Meatz utiliza “uma tecnologia própria chamada 3DTrue Texture Meatz que, associada a outros métodos de produção, garante a aparência, o sabor e a textura da carne animal com ótimo valor nutricional e saudabilidade”, assegura Mendes.

A novidade pode ser encontrada inicialmente nas redes de varejo Casa Bueno, Naturalis e Empório La Granola primeiramente em São Paulo (capital e interior). “Em breve, vamos chegar às principais capitais brasileiras e a outras cidades”, garante Le Mendes, um dos fundadores da empresa.

A Fábrica Meatz é resultado da fusão entre a Behind, a primeira a produzir carne feita de plantas do Brasil, e a Meatz, especializada em produtos alimentícios à base de jaca. “O objetivo vai além de produzir ´carne´ vegetal”, explica Mendes. “Nosso objetivo é desenvolver tecnologia no Brasil e agregar valor ao que já temos aqui, como é o caso da fibra de jaca. Acreditamos que isso contribui para que o Brasil se coloque como protagonista no cenário mundial de tecnologia aplicada.”

Foram investidos R$ 2 milhões para a criação da empresa e o lançamento do primeiro produto, principalmente no desenvolvimento da tecnologia e da marca. “Metade desse valor foi utilizado em pesquisa e desenvolvimento”, explica Pedro Ian, também fundador da empresa. “Foram dois anos até chegar ao produto final, envolvendo uma cadeia difícil de trabalhar e um processo totalmente automatizado”, afirma ele.

Um comentário sobre “Foodtech usa jaca para “carne” louca vegana

Deixe uma resposta