La Pizzateca: "meraviglioso" cantinho napoletano em Copacabana

La Pizzateca: “meraviglioso” cantinho napoletano em Copacabana

por Claudio Schapochnik

A caminho do quarto ano de existência, no próximo mês de março, a pizzaria La Pizzateca é um cantinho napoletano em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro — mais precisamente na tranquila rua Cinco de Julho. Por lá são feitas deliciosas pizzas, que seguem a tradição da cidade italiana de Nápoles, para comer em mesas na calçada e também saborear em casa — a entrega é o forte do estabelecimento.

Os donos desta saborosa pizzaria é o casal de cariocas apaixonado por pizza: Emile Maksoud, de ascendência árabe, e Silvia Moutinho, de ascendência portuguesa. Pais de dois filhos, eles têm muita experiência no segmento de Restaurantes, onde trabalham há 20 anos.

Nesta entrevista, feita por e-mail, Silvia fala ao Que Gostoso! sobre o conceito, a pesquisa por trás da abertura, os sabores, uma história muito bacana, ligada à pizza é claro, passada na capital grega, e sobre a nova pizzaria que ela e o marido pretendem abrir em 2021 (adianto que é um ponto super nobre também em Copacabana). Confira abaixo e, estando no Rio de Janeiro, vá à La Pizzateca ou peça pra comer onde você se hospeda. Vale muito a pena.

Emile Maksoud e Silvia Moutinho, o casal proprietário da La Pizzateca (foto Claudio Schapochnik/Que Gostoso!) e, acima, a pizza de mozzarella (foto divulgação)
A La Pizzateca, em Copacabana: atendimento em mesas na calçada e para entrega (fotos Claudio Schapochnik/Que Gostoso!)

QUE GOSTOSO! — Vocês já atuam no ramo da restauração há quantos anos? Por que resolveram abrir uma pizzaria? Quanto tempo foi de desenvolvimento?
Silvia Moutinho — Atuamos no ramo de restaurantes há 20 anos. Adoramos pizza, viajamos para a Itália onde fomos para Nápoles conhecer as melhores pizzarias e lá percebemos que o Rio de Janeiro estava muito carente de pizzarias de excelência que fizessem a legítima pizza napoletana. Comemos em Nápoles pizzas deliciosas, com uma massa leve e de fermentação natural e pensamos: “por que não abrirmos uma pizzaria simples onde poderíamos vender a melhor e mais saborosa pizza?” Desenvolvemos a marca e o negócio durante seis meses, ´pegamos´ uma loja pequena em Copacabana e inauguramos a nossa pizzaria.

QUE GOSTOSO! — O que vocês pensam sobre a fama que quem vive no Rio de Janeiro come pizza com ketchup, maionese e mostarda, que carioca não sabe comer pizza etc?
Silvia — O italiano acha uma heresia colocar ketchup na pizza, e depois que provei as legítimas pizzas napoletanas entendi o porquê. Como utilizamos no nosso molho o tomate pelati italiano San Marzano, cultivados em solo vulcânico, à sombra do Monte Vesúvio em Nápoles, o nosso cliente sente a diferença no sabor e não vê a necessidade de colocar ketchup ou outro condimento na pizza.

Pizza meio calabresa (no Rio de Janeiro, ao contrário de São Paulo, esta cobertura recebe ainda mozzarella) e meia mozzarella, que acabou de ser assada
A equipe da La Pizzateca: o gerente Marcos, o pizzaiolo João e o ajudante de pizzaiolo, Francisco

QUE GOSTOSO! — Desde o nascimento da ideia, a proposta foi servir pizza no estilo napolitano? Por quê? Havia carência de pizza com este apelo na cidade?
Silvia — Inauguramos a La Pizzateca em março de 2017. Sim, havia carência, principalmente de um lugar mais simples e descontraído, com um forno à lenha construído no modelo napoletano, projetado para atingir a temperatura de 550º C, e servisse a legítima pizza napoletana com fermentação natural a preços acessíveis.

QUE GOSTOSO! — Atualmente quantos itens há no cardápio, entre pizzas e outros produtos?
Silvia — Hoje vendemos somente pizzas no cardápio e algumas variações que fizemos com o rondelini, que é a massa da pizza enrolada com nossa calabresa. Temos também nossos pães recheados, que é a nossa pizza em formato de sanduíche.

Outra delícia da La Pizzateca: baguete recheada com quatro queijos — sanduíche no forno à lenha com massa de fermentação natural e queijos mozzarella, gorgonzola, parmigiano e ricota
Um pedaço da baguete quatro queijos: sem economia no recheio
O ajudante de pizzaiolo, Francisco, acaba de montar uma pizza

QUE GOSTOSO! — Neste tempo todo como o consumidor tem avaliado a pizza da La Pizzateca?
Silvia — Ficamos bem felizes pois, apesar de sermos uma pizzaria pequena em Copacabana, somos bem avaliados no Trip Advisor e Google, chegando a ser considerada uma das melhores pizzas do Rio de Janeiro. Por estarmos em Copacabana, recebemos sempre muitos turistas, inclusive muitos italianos. E servir pizza para um italiano é uma responsabilidade. Felizmente todos que provaram a nossa pizza amaram.

QUE GOSTOSO! — Como é a divisão, em %, das vendas: entrega, retirada e consumida nas mesas?
Silvia — Como temos poucas mesas, 70% das vendas são por meio do delivery.

QUE GOSTOSO! — Quais são as pizzas campeãs de pedidos?
Silvia — A campeã de vendas é a pizza margherita (molho de tomate italiano, muzzareline fior di latte, manjericão e azeite extravirgem.), a pizza do chef (molho de tomate italiano, mozzarella, salame sopressata, provolone, rúcula, azeitonas pretas e uma rodela de limão) e a de calabresa artesanal (molho de tomate italiano, mozzarella, calabresa, cebola e orégano).

A baguete recheada com calabresa, mozzarella e cebola
A baguete de calabresa assim que saiu do forno
A logomarca da pizzaria

QUE GOSTOSO! — Quando vocês estão na La Pizzateca e pinta aquela fome, vocês comem pizza de qual sabor? Por quê?
Silvia — Não temos uma favorita. Estamos sempre misturando ingredientes para criar novos sabores e combinações para inovar no cardápio.

QUE GOSTOSO! — Fora do Rio de Janeiro ou mesmo do Brasil, quais são os lugares que vocês sentem saudades das pizzas que comeram? Por quê?
Silvia — Adoramos viajar, nossas viagens são sempre gastronômicas. Sempre procuramos no Trip Advisor as melhores pizzarias de cada cidade para conhecer. As pizzarias de Nápoles são imbatíveis, mas tenho um carinho especial por uma pizzaria que fomos em Atenas, na Grécia: La Bella Napoli, de um chef italiano muito simpático onde comemos uma pizza extraordinária. Quando o chef soube que tínhamos uma pizzaria no Rio de Janeiro, fez questão de nos levar até a cozinha e pediu que fizéssemos uma pizza para ele. Nos quatro dias que ficamos em Atenas jantamos nessa pizzaria em três dias.

QUE GOSTOSO! — Quais são os planos para a La Pizzateca para 2021?
Silvia — Estamos com um projeto de uma nova pizzaria em Copacabana, maior, com mais lugares e um cardápio mais variado, onde estamos pensando em colocar algumas massas que serão assadas no forno à lenha. Com certeza virão novas receitas e muitas novidades.

Pizza meio vegetariana meio margherita
Pedaço da pizza vegetariana

SERVIÇO:
La Pizzateca
Rua Cinco de Julho, 395, Copacabana, Rio de Janeiro/RJ
Tel. (21) 3518-3444 e (21) 99939-2337
Horário: terça à quinta, das 18h às 23h; sexta e sábado, das 18h às 23h45; domingo, das 18h às 23h30; segunda: fechada
pizzatecabrasil@gmail.com
Instagram
www.pizzateca.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s