À mesa em Paris: conheça os novos restaurantes

por Claudio Schapochnik

Neste e nos próximos meses, Paris e a vizinha Versailles vão ganhar alguns novos restaurantes tendo à frente alguns dos mais aclamados chefs de cozinha, como Alain Ducasse. Quem revelou as novidades foi a diretora para América do Sul da Atout France, Caroline Putnoki, em uma coletiva de imprensa realizada na semana passada via internet — da qual o Que Gostoso! foi convidado e participou.

Também participou da coletiva do órgão oficial de turismo francês o diretor geral para América do Sul do Grupo Air France-KLM, Jean-Marc Pouchol. Caroline e ele falaram desde São Paulo, onde ficam seus escritórios.

Em relação aos novos restaurantes, destaco quatro em Paris, sendo dois em hotéis, e um situa-se na vizinha Versailles, também dentro de um meio de hospedagem. “Serão aberturas espetaculares”, assegura Caroline.

No alto, os jardins do Airelles Château de Versailles Le Grand Contrôle (foto site) e, acima, a diretora para América do Sul da Atout France, Caroline Putnoki (foto divulgação)

Na capital francesa, prometido para abrir este mês de abril, está o Hôtel de la Marine. Não é um estabelecimento hoteleiro, mas um super edifício na icônica Place de la Concorde. Do século 18, o prédio foi por mais de 200 anos a sede do Ministério da Marinha da França — daí o nome — e, desde 2015, pertence ao Centre des Monuments Nationaux (CMN).

O Hôtel de la Marine passou por uma profunda restauração feita pelo CMN de 2017 a 2020 e será um novo museu na Cidade Luz. Ali será a casa da Coleção Al Thani, com mais de 6.000 obras de arte desde a Antiguidade até os dias de hoje e de uma ampla coleção de mobiliário de época, que vem de outros museus franceses.

Na área da gastronomia, o Hôtel de la Marine vai oferecer três pontos: um restaurante com menu assinado pelo chef Jean-François Piège; um café no andar térreo; e um outro restaurante, gerido pelo Ducasse Culture, do chef Alain Ducasse.

A fachada do Hôtel de la Marine, na Place de la Concordia, em Paris (foto site)
O chef Jean-François Piège e alguns de seus pratos (foto site)

Com estimativa de abrir no próximo mês de maio, o La Halle Aux Grains é o nome do novo restaurante-café dos chefs Michel e Sébastien Bras, respectivamente pai e filho, na Bourse de Commerce.

O nome deriva da ideia original do edifício, que era dedicado ao comércio do trigo e foi construído em 1763 no local da atual Bourse de Commerce. O restaurante vai ocupar o terceiro e último andar do prédio.

Os chefs Sébastien e Michel Bras (foto site)

Também previsto para abrir no próximo mês de maio está o hotel Cheval Blanc Paris. O estabelecimento vai oferecer uma vista do rio Sena desde os 72 quartos e suítes no mesmo prédio do La Samaritaine. O Cheval Blanc Paris terá quatro restaurantes, sendo um liderado por Arnaud Donckele, chef, e Maxime Frédéric, chef pâtissier.

O edifício onde fica o Cheval Blanc Paris (foto site)
O chef Arnaud Donckele (foto site)
O chef pâtissier Maxime Frédéric (foto site)

Ainda na capital francesa, a cidade vai ganhar o sétimo hotel da marca Bvlgari. O Bvlgari Paris deve ser inaugurado em junho deste ano. O hotel de luxo fica na Avenida George V, em frente ao Four Seasons George V e ao Prince de Galles, e vai oferecer 76 quartos e suítes.

O bar e restaurante, com vista para um jardim, está sob a direção do chef italiano Niko Romito, dono de alguns restaurantes de prestígio, incluindo o Reale, de três estrelas Michelin.

Perspectiva artística do hotel parisiense (divulgação)
O chef italiano Niko Romito (foto site)

Com previsão de abertura para este mês de abril está o Airelles Château de Versailles Le Grand Contrôle. O hotel fica dentro do icônico Château de Versailles e vai oferecer somente 14 apartamentos. O estabelecimento situa-se em um edifício construído originalmente em 1681 pelo arquiteto favorito de Luís 14, Jules Hardouin-Mansart, e com vista para a Orangerie.

Pratos que serão servidos no restaurante do hotel no Palácio de Versailles (foto site)
À mesa em Paris: conheça os novos restaurantes
O chef Alain Ducasse (foto site)

Caroline, da Atout France, destaca que “a exatidão histórica” é o ponto alto do hotel. “Móveis, pinturas, guarda-roupa do pessoal, tudo muito século 18. Inclusive o menu do chef Alain Ducasse, que vai administrar o restaurante no local, com pratos inspirados nos banquetes prá lá de luxuosos do palácio da então nobreza francesa.

Ficam aí as dicas para quando a pandemia de Covid-19 passar e você puder viajar à França.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s