Nhoque e molhos da chef Dea são deliciosos

por Claudio Schapochnik

“Ah! Corre molho de tomate no meu sangue.” Foi com frases deste tipo que a simpática e carismática culinarista Dea Lopes contou pra mim, no nosso agradável bate papo, durante a feira Comida de Herança, realizada no mês passado no Unibes Cultural, em São Paulo. Quando provei um de seus pratos (foto acima) constatei que ela é, de fato, super conectada às raízes italianas de seus avós e faz comida com prazer.

Desde sempre apaixonada pela gastronomia, a culinarista Dea começou a cozinhar profissionalmente há dez anos. “Comecei com uma barraca, depois tive um caminhão e agora tenho este food truck”, disse ela ao Que Gostoso!.

A chef Dea Lopes com seu nhoque no food truck (fotos Claudio Schapochnik/Que Gostoso!)

“Massas e molhos artesanais, comida boa, comida de aconchego, comida de amor, comida de raiz, comida que abraça, comida sem frescura!” É assim que ela se autodefine no seu perfil no Instagram. Senti isso também quando conversei com ela e provei sua comida.

“E tem mais: tudo é artesanal, feito com ingredientes frescos”, emendou ela, que é membro da Federazione Italiana Cuochi (Fic) Brasile.

Máquina de fazer macarrão: uma das tatuagens relacionadas à culinária da chef Dea

PROVA
Na feira Comida de Herança, Dea Lopes apresentou um de seus pratos icônicos – o nhoque com seus molhos. Havia o de batata com couve e o de funghi com recheio de muçarela e palmito, além de talharim. Em relação aos molhos havia o ragú siciliano e o ao sugo de tomates assados.

Ah! A culinarista também faz nhoques fritos, sabia? Não havia na feira, mas vi no Instagram dela. Deve ser uma delícia.

O prato que provei na feira: nhoque de batata com couve e os molhos ao sugo e ragú siciliano
Outra das tatuagens da chef Dea

Provei o nhoque de batata com couve com os dois molhos – mezzo ao sugo e mezzo ao ragú siciliano. Adorei! A massa é leve, macia e bonita com os pontinhos verdes da couve. A maciez me trouxe uma recordação ótima da infância: de quando comia nhoque com minha família na então Cantina Lucca, no Bom Retiro.

Em relação aos molhos, o siciliano tinha alguns tipos de carne. Estava bom, mas preferi o ao sugo. Olha, adorei a comida de chef Dea. Super recomendo.

E onde você encontra a gastronomia dela? Bem, ela participa de feiras, com a agenda publicada no Instagram e pode ser contratada para eventos e no estilo chef em casa. “Para 2020 vou lançar os nhoques congelados”, adiantou ela.

Para mais informações, acesse os canais abaixo.

SERVIÇO:
Tem Borogodó
Whats App: (11) 98080-1712
temborogodo@gmail.com
Instagram, Facebook

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s