Cervejaria Van der Ale SP 2021 divulgacao

Cervejaria Van der Ale abre espaço no Belém (SP)

A Cervejaria Van der Ale inaugurou no Belém, na Zona Leste de São Paulo, a VDA Drunkstore. O local, onde fica a fábrica, conta com um pequeno espaço que passa a funcionar como um showroom para exposição, degustação e venda dos produtos da marca e, em breve, também irá oferecer cursos e oficinas com foco na propagação da cultura cervejeira. Objetivo: “popularizar e desgourmetizar o segmento e fomentar esse tipo de produção, se apresentando como cervejaria e espaço de ideias”, diz a empresa por meio de um comunicado.

O imóvel onde está instalada a cervejaria e destilaria possui 150 m² e tem capacidade para receber até 15 pessoas observando os protocolos de distanciamento por causa da pandemia.

A casa abriga, hoje, uma minifábrica de cerveja com capacidade para produzir 800 litros/mês e um pequeno alambique de onde pingam em torno de 25 litros de destilados sortidos ao gosto e oportunidade.

“Temos a menor e mais artesanal produção comercial da cidade: aqui tudo foi feito à mão por nós mesmos, ou sob encomenda: desde as panelas até a reforma e adequações do espaço, além disso a pessoa que vem aqui conta com o privilégio de ser atendido pelas mesmas pessoas que produziram as bebidas”, afirma Dona Lurdes, um dos sócios da fábrica.

O salão da casa vai funcionar como uma galeria. Todos os itens de decoração disponíveis no salão estão à venda, incluindo as publicações do coletivo O Miolo Frito.

CERVEJAS
A IPA Pinhead (R$ 15, 300ml / R$ 20, 500 ml), carro-chefe da Van der Ale (foto no alto/divulgação), está nas torneiras da VDA Drunkstore. Possui coloração dourada, 60 IBUs e 6,3% de teor alcoólico. A versão em lata de 473 ml sai por R$ 25.

Além da Pinhead, também está nas torneiras a cerveja Judas Boot APA (R$ 15, 300 ml / R$ 20, 500 ml). É uma American Pale Ale de 40 IBUs e 6% de teor alcoólico.

Entre os coquetéis autorais, há duas opções: a caipirinha de dois limões (R$ 18), com moonshine artesanal da casa, e o Tropical e Violento (R$ 22), com base de mojito, leva schnapps de melancia em lugar do rum. No cardápio também estão disponíveis doses de destilados, como o Agroman Bourbon de abóbora (R$ 18), o Moonshine de milho e cevada (R$ 10) e o Mooca dry gin (R$ 15).

PRA COMER
Para comer, há conservas e defumados do Sinal de Fumaça. A tábua (R$ 58, completa/ R$ 34, meia) vem com pão em rodelas, fatias de lombo defumado, confit de tomates defumados, alichela e picles de legumes defumados em conserva no vinagre de cerveja.

Aos que não podem ou não querem consumir bebida alcoólica, a casa oferece refrigerante caseiro de gengibre, o Ginger Ale (R$ 7, 300 ml), com açúcar orgânico e sem conservantes, também de produção própria.

Durante a pandemia, a casa atende uma quantidade limitada de clientes. É necessário fazer reserva antecipadamente via inbox do perfil oficial de Instagram da marca.

SERVIÇO:
VDA Drunkstore — Cervejaria Van der Ale
Rua Siqueira Bueno, 1.798, Belém, São Paulo/SP
Whats App: (11) 98854-0052
Horário: quarta a sexta, das 16h20 às 23h, e sábados, das 14h às 23h
Instagram

Deixe uma resposta