Alto da Serra é opção ogra na Mantiqueira

Alto da Serra é opção ogra na Mantiqueira

por Claudio Schapochnik, Santo Antônio do Pinhal/SP

Na viagem à região da Serra da Mantiqueira paulista, realizada no mês passado com minha esposa, para dar um tempo do clima da pandemia de Covid-19 em São Paulo – sem jamais deixar os cuidados de prevenção de lado –, tive uma grata surpresa: o restaurante Alto da Serra, que funciona há muitos anos na Rodovia SP-50, no Bairro Rio Preto, em Santo Antônio do Pinhal. Simplão, comida boa, honesta e de (muita) sustança, enfim, um legítimo representante da culinária ogra. Possui todas as características para entrar, acredito, caso estivesse na capital paulista, no maravilhoso Guia da Culinária Ogra – 195 lugares para comer até cair (Editora Planeta do Brasil, 112 páginas, 2012), de André Barcinski.

No alto, destaque das bistecas de boi e de porco e, acima, a fachada do restaurante Alto da Serra (fotos Claudio Schapochnik/Que Gostoso!)
A capa do sensacional livro (reprodução da internet)

O restaurante fica à margem da rodovia que interliga alguns municípios da Mantiqueira e do Vale do Paraíba. Na fachada algumas placas anunciam o cardápio, e foram estas que me fisgaram pra comer lá, no caso um almoço. Quando li tutu, ovo, couve, bisteca de porco e de boi, já comecei a salivar.

A casa é super simples. Dentro, há mesas com cadeiras e bancos, tudo de madeira. O atendimento foi feito pelo simpático Carlão. Ele nos falou o cardápio e os preços, mas há outro menu, este na parede, escrito naquelas antigas placas onde você encaixa as letras! Sensacional. Outro aspecto old school do lugar é um painel com cheques de vários golpes aplicados na casa, com as devidas explicações. Dois aspectos praticamente sem uso hoje em dia.

Cardápio (apetitoso) voltado para a rodovia
O interior da casa
O painel com os cheques sem fundo ou outros golpes aplicados no restaurante

Minha intenção era pedir um petisco, no caso, uma porção de torresmo. A casa tem áurea de que faz bem o tira gosto. Mas pelo fato de não termos muito tempo, pois tínhamos uma visita marcada numa vinícola, não pedi.

Minha esposa não come muito, então, em vez de pedir um prato, digamos convencional, fomos no executivo – proteína à escolha (fui de bisteca de porco e ela de bisteca de boi), acompanhada de arroz, tutu de feijão, mandioca frita, ovo frito, couve, farofa e um pedaço de limão. Custou R$ 30 cada um. Pedi molho de pimenta caseiro.

Antes o Carlão trouxe uma saladinha, que fazia parte do executivo, com alface, tomate, cebola, azeitonas verdes, pepino e, olha só, quadradinhos de presunto. Ótima.

A saladinha
Os dois PFs servidos juntos numa bandeja de garçom: folclórico
O cardápio com as letras para encaixar

Pensei que nossa refeição seria como um PF ou o conteúdo em duas travessas. Que nada… A cena a seguir agradaria qualquer doido por culinária ogra, como foi o meu caso: a cozinheira trouxe uma bandeja de garçom totalmente ocupada de comida. Maravilhoso.

As bistecas estavam lindas, bem temperadas e quentinhas. A bovina era grande, já as suínas (duas), pequenas e bem fininhas. Montamos nosso prato, com um pouco de cada. Nossa, que comida simples e boa. Adorei. Tudo isso com a pimenta, no caso a cumari (verde escura), estava demais! Fiquei super satisfeito e feliz.

Para beber, fomos e água com sumo de limão. Não lembro o preço, mas creio que sai por R$ 3 a garrafinha. Iria de cerveja, mas só tinha em lata (R$ 7,50) cada. Preveria de garrafa e estupidamente gelada. Único ponto que não curti do Alto da Serra.

O meu prato: comida simples e ótima
O molho de pimenta cumari: ardida

“WIFI DA VIZINHA”
O restaurante aceira pagamento em dinheiro e cartão de débito – pagamos na primeira opção. O trâmite para a segunda pode ser, digamos, emocionante. O Alto da Serra, disse o Carlão, não tem internet. Então como ele passa os cartões de débito? “Eu pego o sinal de wifi da vizinha”, contou ele, ao receber o dinheiro da nossa conta pela minha esposa. Cada uma, viu… E assim a vida segue.

Lugar ogro por excelência e folclórico, o Alto da Serra é imperdível.

O Que Gostoso! hospedou-se no Airbnb Pouso da Maritaca, no Bairro dos Mellos, em Campos do Jordão, a convite do proprietário

SERVIÇO:
Restaurante Alto da Serra
Rodovia SP-50, Km 151, Bairro Rio Preto, Santo Antônio do Pinhal/SP
Tel. (12) 3666-0225 – Whats App (12) 99198-8291 e 99236-6751

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s