Nos Mellos, em Campos do Jordão, um Airbnb bem charmoso

Nos Mellos, em Campos do Jordão, um Airbnb bem charmoso

por Claudio Schapochnik_Campos do Jordão/SP*

No ano passado, passei alguns dias na Serra da Mantiqueira e, ao contrário das vezes anteriores, a hospedagem foi num Airbnb — a primeira em um imóvel desta plataforma na região. Fui com minha esposa, e o alojamento foi numa confortável e charmosa casa chamada Pouso da Maritaca, que fica no Bairro dos Mellos, na Zona Rural de Campos do Jordão. Além da hospedagem ter sido muito boa, fiz alguns lanches à noite por lá, cujo destaque é o isolamento, a tranquilidade e o silêncio. Ou seja, é ideal para quem busca o significado destas três palavras.

O Pouso da Maritaca fica dentro de uma propriedade, que bom, situada pelo menos um quilômetro da estrada asfaltada (e também de terra) que atravessa o Bairro dos Mellos. É distante, sei lá, coisa de 12 ou 14 quilômetros da área urbana da cidade pela rodovia SP-50.

Da estrada nos Mellos até o Pouso da Maritaca, o caminho é de terra e há um portão. O acesso é 24h. Em frente ao acesso da casa há uma vaga para o carro.

Portanto, o “barulho” que ouvi foi do vento, dos pássaros, das árvores sacudidas pelo vento. Fora isso, o silêncio imperou. Uma delícia!

No alto uma bruschetta que fiz na estada no Pouso da Maritaca e, acima, a entrada da casa que está na plataforma do Airbnb (fotos Claudio Schapochnik/Que Gostoso!)

GENTLEMAN
O proprietário é o empresário da área do turismo Oskar Kedor. Eu o conheço há cerca de 20 anos, quando era repórter da Panrotas. Considero o Oskar um gentleman. Aliás, não só eu, mas muitos hóspedes que ele recebeu no Pouso da Maritaca. Basta ler os depoimentos na página da casa. Tanto que ganhou o título de Superhost do Airbnb.

Vale destacar que ele me enviou pelo Whats App, assim como para seus demais hóspedes, uma lista com muitas dicas de passeios e restaurantes não apenas de Campos do Jordão, mas de outras cidades da Mantiqueira, como Santo Antônio do Pinhal e São Bento do Sapucaí. Eu e minha esposa fomos em vários destes lugares recomendados por ele e adoramos.

ACONCHEGANTE
Não vou descrever o que há na casa, pois você pode ler na descrição da página na plataforma. O imóvel não é grande, mas os espaços são muito bem aproveitados. Gostei da decoração, da cama bem confortável, da boa qualidade do chuveiro, do bom sinal de internet, do deque de madeira com mesa e duas cadeiras e da cozinha bem equipada, ainda que não há fogão ou fogareiro.

Saladinha com rabanete, palmito e tomate cereja que fiz durante a estada
A simpática cozinha do Pouso da Maritaca

LANCHES
Para a estada na casa, em termos de alimentação, trouxe alguns itens para comer e beber, sobretudo para o café da manhã e jantar: leite, sal, açúcar, azeite de oliva, café solúvel, palmito, muçarela, cerveja, vinho, frutas, tomate cereja, rabanete, alho etc. Uma vez apenas pedimos comida, pizza. As demais noites fiz um lanche, simples, mas bem gostoso.

Se senti falta de um fogão ou um fogareiro, senti, mas o forninho elétrico quebrou super bem o galho. E lá fiz, em mais de uma noite, uma espécie de bruschetta, com um pão multigrãos da padaria Viola, de Santo Antônio do Pinhal. Cortado em fatias, coloquei muçarela, tomate e azeite em cima e as assei no forninho. Junto alguns dentes de alho, que viraram um ótimo purê. Delícia!

Ah! Antes das bruschettas também fazia uma saladinha com tomates, rabanetes e palmitos. Tudo bem saboroso, simples e fácil de fazer. Dessa forma passamos bem as noites no Pouso da Maritaca.

Mais bruschettas: assadas no forninho elétrico da casa
Bruschettas feitas com pão branco e dentes de alhos assados

VINHO AO LUAR
Numa das noites, abri um vinho italiano que havia ganhado de presente para ser degustado no deque. Sim, na louça da casa há taças para vinho — este detalhe da residência me encantou. A lua deu sua cara. Convidados o Oskar para beber e foi uma conversa, ainda que breve, muito bacana.

Mais tarde, tomei a última taça sem a luz das lâmpadas no deque e apenas com a luz da lua e as estrelas naquele mágico céu da Mantiqueira. Um espetáculo — inesquecível.

Pela privacidade, pelo sossego, pelo recebimento do anfitrião, pela localização e pela infraestrutura do Pouso da Martitica, super recomendo a casa.

Mesa com cadeiras no deque da casa: local de refeições e vista da mata no entorno e do céu estrelado à noite

*A reportagem do Que Gostoso! hospedou-se a convite do proprietário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s