Jantar à base de maçãs celebra campanha da Interfel

por Claudio Schapochnik

Para celebrar a campanha inédita para aumentar a notoriedade das maçãs produzidas na França junto aos distribuidores e consumidores brasileiros, intitulada “Maçãs francesas – Deliciosamente crocantes!”, o organismo privado francês Interfel e o Consulado Geral da França em São Paulo promoveram um jantar à base destas frutas na residência consular. Na foto acima, maçãs verdes da espécie granny smith.

“O Brasil vende € 12 bilhões/ano em produtos agrícolas para a União Europeia, no sentido oposto compra € 2 bilhões/ano, então há um potencial enorme de negócios”, disse o cônsul geral da França em São Paulo, Brieuc Pont, durante o evento.

Segundo o Interfel, o organismo que integra e representa o conjunto de profissões e atividades do setor de Frutas e Legumes Frescos da França, o país é o terceiro maior produtor da fruta na Europa. Atrás de Polônia e Itália, os produtores franceses colhem 1,5 milhão de toneladas ano em média. Deste total, entre 35% e 40% é exportada.

O responsável pelo Marketing Internacional do Interfel, Daniel Soares (fotos Claudio Schapochnik/Que Gostoso!)
Maçãs francesas da espécie loli pop…
…e da espécie juliet

De acordo com o responsável pelo Marketing Internacional do Interfel, Daniel Soares, o Brasil compra 3 mil toneladas de frutas francesas por ano. Sobre a campanha “Maçãs francesas – Deliciosamente crocantes!”, ele disse estar contente com os resultados. Com ações de degustação realizadas em São Paulo, Goiânia e Brasília em 2018, mais de 23 mil consumidores puderam degustar as maçãs importadas da França. A ação foi cofinanciada pela União Europeia.

“Foi importante pois destacamos a origem premium e qualidade de sabor da maçã francesa, o savoir-faire francês e a versatilidade dessa fruta”, afirmou Soares. No jantar, os convidados provaram pratos que atestam esta versatilidade, como maçãs assada e em pratos salgados.

O cônsul geral da França em São Paulo, Brieuc Pont, o diretor da Cap Amazon, Jean-Philippe Pérol, e a diretora da Atout France, Caroline Putnoki
O kiwi francês

NOVIDADES EM 2019
A campanha das maçãs volta no segundo semestre. “Isto é devido à colheita, sempre a mão, que vai de agosto ao final de novembro”, justificou Soares. Ações promocionais e animações em pontos de venda selecionados de todo o Brasil estão previstas.

Além da maçã, a França também vende kiwi ao Brasil. “Este ano deveremos iniciar as exportações da cebola chalota e, talvez, de damasco”, revelou o responsável do Interfel.

As maçãs pink lady

Confira abaixo os pratos do excelente jantar, com pratos assinados pelo chef francês Julien Mercier e executados pelo seu compatriota também chef, que vive no Brasil, Christian Formon, dono de um excelente bufê que leva seu nome:

Bruschettas de queijo de cabra com maçã red
Salada de cenoura, repolho roxo e maçã gala
Tartar de salmão com kiwi
Tartare de vieiras com maçã granny smith
Creme de ervilha com robalo assado e molho de maçã
Carré de porco com maçã assada, queijo gorgonzola e polenta frita
Tarte tartin com sorvete

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s