Empresário Celso La Pastina morre em São Paulo

Empresário Celso La Pastina morre em São Paulo

O mundo da gastronomia e do vinho está de luto. Morreu ontem (quinta-feira, dia 20) em São Paulo o presidente do Grupo La Pastina, Celso La Pastina (1958-2020), em decorrência de complicações cardíacas ocasionadas pela Covid-19. O grupo é dono das empresas La Pastina e World Wine e do Restaurante Enosteria Vino e Cucina.

A La Pastina foi fundada em 1947 pelo pai de Celso, o imigrante italiano Vicente La Pastina. Aos 20 anos de idade, em 1978, Celso começou a trabalhar com ele por vontade própria, enquanto ainda cursava administração de empresas na Fundação Getulio Vargas, em São Paulo.

Desde então Celso expandiu cada vez mais os negócios da família, consolidando o posicionamento no mercado e sendo o pioneiro na criação de produtos da enogastronomia mediterrânea com a marca própria La Pastina, que abrange arrozes, temperos, molhos e outros.

No alto e acima, o empresário Celso La Pastina (fotos divulgação)

Em 1999 Celso fundou a World Wine, especialmente para dedicar toda a sua paixão pelo mundo dos vinhos. Desde então, passou a ser considerado um dos grandes impulsionadores do crescimento do mercado de vinhos no Brasil. Ele sempre focou em rótulos de alta qualidade e não em volume – fato que levou à abertura de 14 lojas próprias espalhadas pelo País.

Em 2007, quando a empresa celebrou 60 anos, ocorreu a inauguração de um dos maiores e mais modernos Centro de Distribuição da América Latina, no bairro do Ipiranga, em São Paulo, e da sede em uma área de 16 mil m², com mais de 400 colaboradores. Em 2011, adquiriu a importadora e lojas Fasano. Hoje, desenvolve produtos Fasano como massas, molhos, azeites, acetos, conservas e panetones, todos importados da Itália.

“O falecimento de Celso La Pastina certamente deixa o mundo brasileiro do vinho menor, em todos os aspectos. Por sua personalidade, fala mansa, com uma visão aguda e comentários inteligentes que se abriam em sorriso, nunca excessivamente extrovertido. Celso era um homem cordial, que cultivava os amigos, muitos dos quais produtores representados no Brasil pela La Pastina e pela World Wine”, relata o jornalista especializado em vinho, Guilherme Velloso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s