Galeto carioca honesto em Copacabana

por Claudio Schapochnik_Rio de Janeiro/RJ

A cidade do Rio de Janeiro tem uma boa lista de ícones gastronômicos e, entre estes – sanduíche de pernil com abacaxi e biscoito de polvilho Globo, por exemplo –, o galeto é presença marcante. O povo carioca e nós turistas adoramos. Ótimo exemplo para comer o franguinho assado é o Braseiro, a uma quadra da praia de Copacabana. Funciona desde 1962.

Garçom atende clientes no restaurante carioca: casa é simples e muito saborosa (fotos Claudio Schapochnik/Que Gostoso!)

Em novembro passado, fui com minha esposa à Cidade Maravilhosa para um final de semana e ficamos no hotel Pestana Rio Atlântica. Estávamos com muita fome e saímos meio sem rumo sobre o que comer e o lugar.

Sem querer, “caímos”, eu e minha esposa, numa tradicional galeteria chamada Braseiro. Fica numa rua tranquila bem atrás do nosso hotel. Queríamos sentar no balcão, mas não havia lugar, então sentamos numa mesa na calçada.

Cardápio escrito a giz: um charme só

Confesso que fiquei preocupado, não por causa da criminalidade. Mas por causa de estar numa área pública onde algum outro cliente da casa resolvesse fumar e a fumaça do cigarro vir em nossa direção. Felizmente não aconteceu nada disso, e o nosso almoço foi tranquilo.

Disse ao garçom que a fome era “brava”, e ele sugeriu o galeto Brasileiro. “Dá para duas pessoas numa boa.” Ok. Fomos na dica dele e não nos arrependemos.

A travessa com estrela da casa
Só duas cores na impressão do guardanapo

O galeto veio acompanhado de saladinha de tomate e cebola picados, arroz, batata frita e farofa. Não sobrou nada pra contar a história! Saciou a fome de duas pessoas.

Garrafa com uma deliciosa e picante pimenta

O franguinho estava ótimo e suculento, e foi consumido com as mãos, claro. As garnições chegaram quentes e em boa quantidade para duas pessoas.

Ah! Como bom pimenteiro que sou, pedi ao garçom a pimenta – de preferência a caseira, não a industrializada. Minutos depois, ele trouxe uma garrafa com pimentas verdes e vermelhas conservadas no óleo. “Cuidado que é forte!”, o garçom me avisou. Hummm, estava boa demais! Ajudou a deixar o almoço mais saboroso.

Para beber, fomos de água sem gás.

Recomendado. Que gostooooooso!

ONDE FICA:
Braseiro
Rua Domingos Ferreira, 217, Copacabana, Rio de Janeiro/RJ
Tels. (21) 2547-9843/66 e 2236-3890

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s