Avança projeto sobre água grátis em restaurantes em SP

DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

A principal determinação do Projeto de Lei (PL) 450/2015, aprovado em primeira e aguardando segunda discussão na Câmara Municipal de São Paulo, é a obrigação de que estabelecimentos que comercializem alimentos ou refeições para consumo no local sirvam água potável gratuita aos clientes. A proposta é de iniciativa do vereador Xexéu Tripoli (PSDB) e do ex-vereador Adolfo Quintas.

A proposta define que água potável seja aquela proveniente da rede pública de abastecimento, que, para melhoria da qualidade, tenha passado por dispositivo filtrante e atenda aos parâmetros federais para consumo humano.

Os estabelecimentos deverão providenciar copos higienizados e recipientes com água potável à disposição dos clientes em local visível e também sobre as mesas, para consumo dos clientes durante as refeições. Também será necessária a pronta reposição da água potável nos locais e nas mesas.

No alto e acima, copos de água em imagens ilustrativas de Tookapic e Eungyo Seo, ambas Pixabay, respectivamente

Outra determinação é a manutenção periódica da qualidade dos filtros d´água, e a fixação de cartazes, em local visível ao público, informando os consumidores sobre a gratuidade da água potável. O estabelecimento que descumprir a lei estará sujeito à multa de R$ 500.

Na Justificativa, o vereador aponta aumento no preço de água mineral engarrafada nos estabelecimentos, às vezes, tão cara quanto outras bebidas menos saudáveis, e lembra a necessidade do consumo do líquido como sendo essencial à saúde, com recomendação de que cada pessoa beba uma quantidade mínima de dois litros por dia.

“Como, porém, o custo da água mineral engarrafada está elevadíssimo em restaurantes, bares e estabelecimentos congêneres da capital, os consumidores que ainda podem e/ou necessitam frequentar esses estabelecimentos estão deixando de consumir água para reduzir o valor final da conta. Em tempos de crise econômica, como a que vivemos no País atualmente, é mais do que bem-vinda a presente propositura, em termos de economia popular”, diz o documento.

Um comentário sobre “Avança projeto sobre água grátis em restaurantes em SP

  1. Oba senhores vereadores, que tal criar a lei do valet de graça, do prato de arroz e feijão de graça também, afinal isso encarece a conta de quem vai comer no restaurante, não é?
    Já que a água é tão necessária para a população beber, porque a SABESP não fornece sem custo? Cria essa lei aí, a da água de graça em todas as residências, vai dar mais votos para vcs; porque é fácil fazer caridade com o chapéu dos outros

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s