Confira os 5 vencedores do 2º Concurso Prato Junino (MG)

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur, apresentou no dia 15 de junho os cinco vencedores do 2º Concurso Prato Junino, que integra a programação do Arraial de Belo Horizonte 2019. A competição foi realizada em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-MG), a Frente da Gastronomia Mineira e as faculdades de gastronomia UNA, Pitágoras, Promove, Estácio de Sá e Senac.

Confira abaixo os pratos vencedores:

Promove – Trio Ternura
Trio de bolinhos de mandioquinha recheados com carne de lata e catupiry, com frango e catupiry e com queijo cremoso. Acompanha molho picante

Estácio de Sá – Milho no Franqueitão
Croquete de milho verde, frango, queijo do Serro, servido com redução de quentão

Una – Matula da Roça
Pão de milho, carne de porco, couve, geleia de pimenta, farofa crocante de torresmo e cebolinha

Senac Minas – Pé de Milho
Bolo de milho cremoso com coco e queijo do Serro. Coberto com crosta de pé de moleque e pipoca de quentão

Pitágoras – Canjica do Sertão
Canjica branca, carne de sol, requeijão de raspa, queijo canastra, manteiga de garrafa e crispy de cebola e couve

No concurso deste ano ocorreu a homenagem ao legado gastronômico de Dona Lucinha, respeitada internacionalmente como a maior representante da cozinha mineira, falecida no último mês de abril.

Os cinco pratos vencedores (fotos Prefeitura Municipal de Belo Horizonte)

“Esse concurso cultural de gastronomia junina proporciona a consolidação da requalificação do setor dentro do Arraial de Belo Horizonte, além de integrar a cadeia produtiva, ampliar e diversificar o público do evento, bem como a própria divulgação e promoção dos festejos juninos da capital mineira”, afirmou o presidente da Belotur, Gilberto Castro.

Ao todo, 40 pratos foram inscritos e as seletivas foram realizadas de 3 a 7 de junho. A comissão julgadora levou em consideração aspectos como a relevância quanto ao tema, a presença de ingredientes típicos dessa época, além dos quesitos técnicos, a inovação e economicidade. Além disso, os participantes tiveram que criar suas receitas com alguma alusão à história de Dona Lucinha e seu legado gastronômico.

A comissão julgadora foi composta por: chef Eduardo Avelar; Márcia Nunes, do restaurante Dona Lucinha; Mariana Correa, da confeitaria francesa La Parisserie; Isabela Lapa, fundadora do blog Coisas de Mineiro; e Jadison Nantes, da Gerência de Culturas Populares e Urbanas da Fundação Municipal de Cultura.

Os vencedores do concurso comercializarão os pratos na Vila Gastronômica, espaço de destaque da gastronomia no Arraial de Belo Horizonte na Praça da Estação, planejada para os dias 29 e 30 de junho e 6 e 7 de julho. Também estarão presentes no espaço os restaurantes Barbazul, Clube do Milho e a cervejaria Fürst.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s