Festa da Uva e Ameixa agita Porto Alegre

DO PORTAL DA PREFEITURA DE PORTO ALEGRE

Os fruticultores de Porto Alegre iniciaram ontem (terça-feira, dia 7) a colheita da safra para a 29ª Festa da Uva e da Ameixa, reforçando a tradição da cidade no plantio das frutas (foto acima/Andreas Retz Muller SMDE/PMPA). Em uma cerimônia simbólica, produtores e autoridades colheram os primeiros cachos de uva nas parreiras da família Balestrin, no bairro Vila Nova, Zona Sul da capital gaúcha. A estimativa é colher 100 toneladas de uva e 100 toneladas de ameixa até o próximo final de semana, quando começa o evento.

A capacidade da demanda rural de Porto Alegre foi o destaque na fala do secretário municipal adjunto de Desenvolvimento Econômico, Leandro Balardin. “Temos uma produção primária de muita qualidade, que valoriza nossa região e permite comercializar diretamente com o consumidor, o que reduz o custo de forma significativa. Além disso, é impensável para muitas pessoas que Porto Alegre tenha tanta riqueza rural a poucos quilômetros do Centro. É impressionante prestigiar o agronegócio dentro de uma grande cidade”, ressalta, lembrando que Porto Alegre é a segunda capital com maior extensão rural do País, atrás apenas de Palmas, no Tocantins. A área rural demarcada tem 4,1 mil hectares, o equivalente a 8,28% do território do município.

Anfitriã da abertura da colheita, a família Balestrin administra a propriedade desde 1896. Originalmente pertencente aos pais de Marina Balestrin de Menezes, a área possui cerca de 1.000 pés de uvas dos tipos niágara rosa e branca e francesa preta. Há 60 anos, Marina toca a produção ao lado do marido, Ari Menezes, e do filho Marcos Balestrin. A família comemora a safra. “Mesmo que o clima tenha nos prejudicado, vamos ter uma colheita satisfatória”, celebra Marina.

A FESTA
A 29ª Festa da Uva e da Ameixa ocorre nos dias 11, 12, 18 e 19 de janeiro, no CTG Estância da Figueira (rua Doutor Vergara, 5.345, bairro Belém Velho), das 9h às 20h. É uma realização dos produtores rurais e da Associação Comunitária Belém Velho (Ascobev), com apoio institucional da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) e do Escritório Municipal da Emater.

O evento terá acesso gratuito e contará com bancas comercializando as frutas. A previsão é que o quilo de uva e de ameixa seja vendido entre R$ 8 e R$ 9.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s