Moinhos paulistas doam farinha de trigo para ação social

Moinhos paulistas doam farinha de trigo para ação social

Moinhos do Estado de São Paulo se uniram em uma ação beneficente que promove, entre os meses de junho e setembro, a doação de mais de 8 toneladas de farinha de trigo, volume que equivale à produção de aproximadamente 200 mil pães franceses. A iniciativa, que faz parte do projeto Farinha Solidária, desenvolvido pela Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo), em parceria com o Sindicato da Indústria do Trigo no Estado de São Paulo (Sindustrigo), tem como objetivo oferecer auxílio à população em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia da Covid-19.

A doação foi destinada a entidades assistenciais da capital paulista, de São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul, que já desenvolviam trabalhos sociais, mas que durante a quarentena direcionaram os atendimentos a pessoas em situação de vulnerabilidade social, impactadas pela pandemia.

Na cidade de São Paulo três entidades foram beneficiadas com a ação. O Arsenal da Esperança recebeu por 90 dias a doação de 3 mil quilos de farinha de trigo, doadas pelo Moinho Anaconda, para a produção de cerca de 75 mil pães na padaria industrial da organização (foto no alto/divulgação). O Serviço Franciscano de Solidariedade recebeu o total de 2 mil quilos de farinha, no período de três meses, para a produção de 50 mil pães que seguem sendo distribuídos pela entidade no conhecido “Chá do Padre”, ação que oferece todas as tardes no Largo São Francisco, chá e pão à população de rua.

A doação aos franciscanos foi feita pelo Moinho Correcta, que também destinou 2 mil quilos de farinha de trigo, por três meses, ao Banco de Alimentos de São Paulo que redirecionou o produto a cinco instituições da capital paulista, que também estão promovendo ações com a população afetada pela pandemia, com um alcance aproximado de mais de 3 mil pessoas.

Os Bancos de Alimentos das prefeituras de São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul também receberam a doação de 500 quilos cada, totalizando 1 mil quilos de farinha de trigo, fornecida pelo Moinho Santa Clara. Na cidade de São Bernardo do Campo, 12 entidades assistenciais receberam o produto e promoveram a entrega de pães, produzidos nas próprias padarias e destinados aos assistidos. Já em São Caetano do Sul, 11 instituições receberam a doação e cerca de 900 pessoas foram beneficiadas.

“Entendemos que em um momento como o que vivemos nós da Indústria temos um papel muito importante no amparo à população que foi diretamente impactada pela pandemia. Pensando nisso nos mobilizamos para oferecer a eles a matéria-prima de um dos alimentos mais básicos da nossa dieta: o pãozinho”, destaca o presidente do Sindustrigo, Valnei Origuela.

A ação social também segue sendo desenvolvida em outros Estados do País por moinhos de trigo, visando minimizar os impactos gerados pela pandemia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s