Turistas apreciam mais a culinária típica de Curaçao

por Claudio Schapochnik

A comida típica do paradisíaco destino de Curaçao, no Caribe, está cada vez mais chamando a atenção e agradando o paladar dos turistas que visitam a ilha no Caribe. “Temos uma oferta ampla de vários tipos de gastronomia, mas o turista que nos visita quer conhecer nossa culinária e isto é ótimo, pois ele terá uma experiência verdadeira também quando faz suas refeições”, explica o gerente regional para América do Sul do Curaçao Tourist Board (CTB), André Rojer.

Rojer, outros representantes do CTB e executivos de hotéis de Curaçao, como Emerson Cordilla, do Papagayo Beach Hotel, e Germaine Illidge, do Avila Curaçao Hotel, receberam a imprensa – incluindo o Que Gostoso! – para um evento na padaria Julice Boulagère, na Vila Madalena, em São Paulo, na semana passada (terça, dia 5/11).

De acordo com Rojer, os pratos típicos de Curaçao têm uma origem que mescla as cozinhas africana, caribenha e holandesa. “Além dos restaurantes típicos, os demais restaurantes e os hotéis fazem questão de incluir pratos de nossa gastronomia para que os turistas provem e isso é muito bom”, destaca o gerente.

O gerente regional para América do Sul do Curaçao Tourist Board (CTB), André Rojer (foto Claudio Schapochnik/Que Gostoso!)

Entre outras opções, Rojer exemplicou a comida de seu país com o keshi yena (queijo recheado, em uma das línguas locais, o papiamento). “Na época da escravidão em Curaçao, os colonizadores holandeses comiam só o interior dos queijos e desprezavam a casca. Os escravos africanos aproveitavam a casca e colocavam dentro peixe, vegetais e temperos e assavam. O prato é uma delícia!”, conta ele.

Há outras opções também. Confira: tutu (polenta), kabritu (carne de cabra cozida com vegetais e temperos), kadushi (sopa de cacto), guiambo (ensopado de quiabo com frutos do mar), ayaka (polenta recheada com carne de frango, carne ou porco embrulhada na folha de bananeira) e karni stoba (guisado de carne).

Em Willemstad, a capital de Curaçao, o turista pode comer todas estas opções no Marshe Bieu (Mercado Novo, em papiamento). Dizem que é uma experiência bem bacana. Há ainda o tradicional restaurante Jaanchies, em Westpunt, no Norte da ilha. Serve comida autêntica há mais de 60 anos.

No início do texto e acima, pratos do restaurante típico Jaanchies, que existe há mais de 60 anos (fotos da página da casa no Facebook)

MOVIMENTO DE BRASILEIROS
Segundo o CTB, a cifra de turistas brasileiros deve fechar com 16 mil em 2019 – em 2018, o país recebeu 12 mil brasileiros.

“Queremos mais visitantes do Brasil, no mínimo 20 mil em 2020”, prevê Rojer. “Por isso que estamos aqui no Brasil esta semana, visitando operadoras de turismo, conversando com agentes de viagens e tendo contato com vocês jornalistas. O Brasil é um mercado importante para nós e o que mais gasta em nosso país: US$ 250 em média por dia e por pessoa”, comenta ele. Em seguida, ficam os turistas dos Estados Unidos (US$ 230) e colombianos, nos mesmos parâmetros.

Cenas da ilha do Caribe (divulgação)

O Estado de São Paulo é o maior emissor de turistas a Curaçao. Manaus também envia muitos visitantes por causa da proximidade “O brasileiro chega ao nosso país com conexão aérea na Colômbia ou no Panamá, mas estamos na expectativa de ter um voo direto para São Paulo (Guarulhos)”, estima Rojer, sem dar mais detalhes.

PREMIAÇÃO COM PINTURAS
No evento de Curaçao, houve um concurso de pintura, sob a coordenação de uma renomada artista local, Dewi Maja, com os jornalistas presentes.

Pintei um quadro com a tela na horizontal, aleatório, sem qualquer ideia pré-concebida. No concurso, o tema era Curaçao. Quando virei para a vertical, vi que tinha pintado um rosto, com duas das três cores da bandeira do país: azul e branco.

O meu quadro, premiado em segundo lugar

Eu, proprietário e editor do Que Gostoso!, fiquei em segundo lugar! Foi uma grande surpresa, e o meu prêmio foi uma estada no hotel Avila Beach, que fica na capital. Como é bom ganhar um prêmio por mérito!

Oba! Futuramente, aqui no site, você vai ler muito sobre a ilha. Aguarde!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s