Na Mooca (SP) também se faz brownie, meu!

por Claudio Schapochnik

A pandemia do novo coronavírus provocou muitas mudanças no mercado de trabalho, sendo a demissão de milhões de pessoas a face mais triste deste cenário no Brasil e no mundo. Por outro lado, esse fato pode ser aquele “empurrão” que faltava para aqueles trabalhadores que têm aquele talento empreendedor. É o caso de Patrícia Pissoco, de 37 anos, que trocou o turismo e os eventos, áreas nas quais atuava desde 2001, pela confeitaria – mais precisamente por um doce de origem estadunidense cada vez mais apreciado por aqui – e abriu a Ti Brownie.

“Sim, hoje é minha nova profissão! Na verdade, há quatro anos eu comecei a fazer os brownies porque sempre amei comer e doces então… Mais ainda… Já queria mudar de profissão porém, trabalhando com eventos, não consegui conciliar os dois, ambos demandam de um cuidado enorme e acabei deixando os brownies para um outro momento”, explica Pati, como prefere ser chamada. Ela nasceu em Praia Grande, no litoral paulista, e sempre viveu em São Paulo.

Pati Pissoco e seus brownies: ela começou a fazer os doces em 2016, mas em 2020 tornou-se sua atividade profissional (fotos divulgação)
A logomarca da empresa

Pati lembra que suas amigas também incentivaram ela a investir na confeitaria. “A pandemia e as minhas amigas que desde a época que comecei a fazer, em 2016, sempre pediam, mas eu acabava não fazendo. Agora, com toda essa mudança – pois acabei sendo dispensada da empresa que eu estava como Pessoa Jurídica e minhas amigas continuaram falando para eu fazer –, eu voltei!”

FORA DO CONVENCIONAL
Pati conta o motivo pelo qual preferiu fazer brownies a outros doces. “Eu queria um doce diferente, algo um pouquinho fora do convencional. Sei que a receita de brownie em si não é difícil, já vi várias por aí, mas acredito que como um bolo, cada um tem seu jeito e com isso, por mais parecido que seja, tem diferenças”, conta ela, formada em gestão da qualidade na Universidade Anhembi Morumbi, na capital paulista.

“Comecei em 2016, pesquisando o que queria, fiz diversos cursos, mas a receita que utilizo, fiz em uma aula particular com uma professora que na época morava nos Estados Unidos. Ela tinha a empresa aqui e lá. Então, achei mais interessante fazer com alguém que pudesse me passar mais detalhes do que a internet poderia oferecer naquele momento”, emenda Pati.

A paixão pelos doces não tem nada de origem ou influência familiar, explica Pati. “Não foi por conta de pais ou avós… Elas cozinham bem, mas não fui influenciada por elas (desculpa mãe pela sinceridade… [ela ri] Minha avó é falecida, mas também não era super cozinheira…). Sempre gostei bastante de comer e, em todas as festas familiares, o doce era por minha conta. Acredito que foi daí que segui por esse caminho.”

O brownie feito com a famosa bolacha
Pati produz atualmente 11 sabores do doce

ONZE SABORES NO CARDÁPIO ATUAL
No momento, Pati conta que produz 11 sabores de brownie. Confira: tradicional com gotas, tradicional com nozes, doce de leite, brigadeiro, leite ninho, prestígio, oreo, café, morango, branco com brigadeiro de limão e branco com nozes e amendoim. Ela não para nestes sabores aí, não. Ela está sempre testando novidades.

Passo a passo. É assim que a empreendedora pensa na sua produção. “Hoje utilizo a cozinha do apartamento onde moro na Mooca, na Zona Leste de São Paulo. Como está tudo recente, por enquanto, faço aqui, mas em breve, com a empresa crescendo, o próximo passo é um local apenas para a empresa”, explica ela.

O brownie de café
O brownie recém saído do forno e antes de cortado

O nome Ti Brownie tem origem familiar, sim. “Ti é a forma como meus irmãos me chamam. De pequenos, me chamavam de Ticia por ser mais fácil de falar e agora, só Ti. Daí pensei em colocar o nome”, revela.

Pati trabalha apenas por encomendas. “Temos motoboy todas as sextas – e sábados em alguns casos – ou retirada no local”, afirma ela, que conheci pessoalmente em 2013 em uma situação muito bacana: em uma super viagem a Israel! Era repórter de um veículo de comunicação voltado ao trade turístico e fui cobrir a viagem de um grupo de agentes de viagens àquele país, a convite do Ministério do Turismo de Israel e da Turkish Airlines.

“Quando nos conhecemos, estava trabalhando na Eretz Tur, agência especializada em viagens religiosas e Israel era o principal destino turístico da empresa. Foi uma viagem incrível, que agregou muito conhecimento que foi super necessário na época e que automaticamente, influenciou minha vida pessoal – acredito que ninguém sai ileso de Israel… [ela ri]”, recorda Pati.

CLIENTES ELOGIAM
Eu ainda não provei os brownies da Ti Brownie, mas pela apresentação devem ser muito saborosos. Já os clientes estão elogiando bastante. “Ah, eles amam! Tenho um feedback super positivo e muitas pessoas são clientes fiéis. A maioria já comprou mais de uma fez e já tive pessoas que diziam não gostar, mas ficaram com tanta vontade que compraram, gostaram e repetiram, além das pessoas que compram para presentear. Fico muito feliz”, relata a empreendedora.

Os brownies embalados e prontos para a entrega

“Estou apenas começando, mas confiante em tudo o que está por vir. Quero aumentar meu cardápio, trabalhar com festas infantis, casamentos, eventos corporativos”, prevê Pati. “E crescer com consciência e continuar fazendo um trabalho de qualidade”, finaliza a empreendedora.

Com certeza, a Pati está no caminho certo. Então, caso você queira brownies artesanais, fica aqui a super dica.

SERVIÇO:
Ti Brownie
Taxa de entrega: a partir de R$ 10 e pode modificar de acordo com o bairro
Whats App: (11) 94061-1365
Instagram

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s