Pousada Jardim da Mantiqueira (MG) adapta café da manhã na pandemia

por Claudio Schapochnik_Monte Verde_Camanducaia/MG*

Um dos vários reflexos da pandemia do novo coronavírus na vida das pessoas é na forma de se alimentar. Tudo em nome de evitar aglomerações e contato com possíveis utensílios e superfícies contaminadas. Adaptações foram criadas e reunidas em protocolos e estão sendo aplicadas no mundo da restauração. Assim não é diferente na aconchegante Pousada Jardim da Mantiqueira, localizada no charmoso distrito de Monte Verde, a 30 quilômetros da sede do município mineiro de Camanducaia. Estive lá no mês passado com minha esposa e agora conto pra você como foi o café da manhã adaptado em tempos de Covid-19 (foto acima).

Chegamos na pousada num domingo à tarde e, no check-in, recebi da recepcionista a instrução de preencher uma ficha onde estão relacionados todos os itens do café da manhã servido por lá. “O senhor pode me entregar depois, com calma. É para sabermos direitinho as suas preferências”, explicou-me ela, devidamente mascarada.

Enquanto não desenvolverem uma vacina contra a Covid-19, esqueça aqueles bufês, seja de café da manhã, almoço ou jantar, onde a gente se servia antes da chegada do novo coronavírus. Aliás, os bufês podem até continuar, mas vai ter alguém pra te servir.

A ficha que o hóspede tem de preencher para o café da manhã (fotos Claudio Schapochnik/Que Gostoso!)
A sede da pousada, onde fica o salão onde é servido o café da manhã

FICHA DO DESJEJUM
Na Pousada Jardim da Mantiqueira, tomamos o café da manhã – única refeição servida no estabelecimento – por três vezes. Duas vezes com os itens selecionados de acordo com a nossa preferência, via aquela ficha preenchida no check-in. E uma vez com o bufê montado, porém servido por uma das colaboradoras. Ressalto que em todos os casos elas estavam com máscaras, luvas e touca.

O café da manhã tem itens na medida certa, bem saboroso e servido na sede do estabelecimento. Do nosso chalé até lá, você anda uns 50 metros no meio de um jardim lindo, cheio de árvores, como as maravilhosas araucárias, arbustos e flores de várias cores e diversos odores. Cada caminhada neste trajeto com lajotas de concreto é um espetáculo.

No salão do café, as mesas e as cadeiras estavam bem espaçadas, respeitando o distanciamento mínimo de 1,5 m a 2 m, e os janelões abertos (não totalmente) – para ampliar a circulação do ar, outro item recomendado pelos protocolos.

Espaçamento correto entre as mesas no salão do café da manhã

Sentamos na mesa e, depois de um bom dia recíproco, uma das colaboradoras perguntou o número de nosso chalé. Depois que respondi, ela começou a trazer os itens que escolhemos previamente por meio daquela ficha do check-in. Quase todos os alimentos estavam devidamente cobertos com plástico, assim como os talheres: o prato das frutas e dos frios (muçarela, queijo branco, presunto, peito de peru e salame) e a cumbuca da granola.

Alguns itens vieram sem plástico, como os bolos e os pães. Os líquidos eram acondicionados de forma exclusiva – uma garrafa térmica com café, uma jarra de leite e uma jarra de suco – no caso de laranja. Os ovos eram preparados na hora. Sempre pedi mexido com bacon. Delícia!

A mesa onde eu e minha esposa tomamos o desjejum

SACHÊS
Sal, adoçante e açúcar estavam em sachê de papel, facílimo de abrir e higiênico. ((((Acho que aqueles sachês de plástico deveriam ser proibidos, banidos. Por quê? Porque para tentar abri-los, o que geralmente é bem difícil, muita gente o coloca na boca e, mesmo assim, não consegue abrir. Aí desiste e o coloca novamente no recipiente onde estava. E vai junto a gordura dos dedos e a saliva da boca. Um nojo! Sim, há sachês fabricados com outro material, creio que uma espécie de folha de alumínio, que abre de primeira. Uma beleza! Creio que são os da feitos para a marca Heinz. Então sachê bom é o de papel e este que acabei de descrever.))))

Um dos quadros que decora o salão
A vista show do salão: para as araucárias no jardim da pousada e as montanhas

DOIS METROS DE DISTÂNCIA
Numa outra vez, tomamos o café servido desta vez pelas colaboradoras da pousada. Gostei desta forma também. Era assim: eu me levantava da mesa sem máscara e, com cerca de dois metros de distancia do bufê, fazia meus pedidos. Super tranquilo e eficaz. Enquanto a vacina não chega, as refeições serão assim.

Em relação ao sabor e aos itens, fiquei satisfeito. Um bom café da manhã. Juntando o desjejum com a hospedagem no chalé, a Pousada Jardim da Mantiqueira é uma ótima opção de hospedagem em Monte Verde.

Sachês de açúcar, adoçante e sal de papel e talheres embalados

*O Que Gostoso! hospedou-se a convite da Pousada Jardim da Mantiqueira

SERVIÇO:
Pousada Jardim da Mantiqueira
Rua da Mantiqueira, 473, Monte Verde, Camanducaia/MG
Tel. (35) 3438-1912
Whats App: (35) 99173-9361
www.pousadajardimdamantiqueira.com.br
Instagram, Facebook

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s