Livros para… Degustar!

por Lucia Grimaldi*

Olá, internautas amantes do vinho! Bem, estamos vivendo mundialmente uma situação de quarentena e muitas pessoas se sentem angustiadas por não poderem andar livremente por onde quiserem. Por isso, hoje vou falar um pouco sobre uma forma, em minha opinião, maravilhosa, de viajar por aí, descobrir outros mundos, conhecer novas culturas, novas histórias e novas pessoas, desbravar lugares ainda desconhecidos, mas sem sair de casa: a leitura. Quem lê, nunca está parado, nem limitado a situação alguma. Há milhões de livros, com temas para todos os gostos, é claro! Mas, e se pudermos unir esta viagem fantástica pelas páginas de um livro à nossa paixão pelo vinho? Seria ótimo, não acham? Então, encham sua taça de vinho, peguem um livro e me acompanhem nesta viagem!

Uma das páginas do livro Vinho & Guerra (fotos Lucia Grimaldi)

Além disso, o título desta matéria não está errado: os livros podem ser degustados como os vinhos. E, do mesmo modo que há quem prefira os tintos, há quem prefira livros cujo pano de fundo seja o vinho. Há também quem prefira os brancos, e os livros mais técnicos, e até didáticos, que orientem como apreciar um vinho. Então, vamos lá!

Vinho & Guerra, de Don & Petie Kladstrup

Vou começar pelo bestseller Vinho & Guerra – Os franceses, os nazistas e a batalha pelo maior tesouro da França – que é, sem sombra de dúvidas, uma história de tirar o fôlego até mesmo do leitor mais tranquilo (e tão bom quanto uma bela taça para quem aprecia dramas históricos). Escrito pelo casal Don & Petie Kladstrup, colaboradores da revista Wine Spectator e publicado por Jorge Zahar Editor, conta a história dos vingnerons e vinhedos franceses ocupados pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Focando as aventuras, ora incríveis, ora temerárias, como esconder famílias judias em porões de châteaux, transportar membros da resistência em barris de vinho e emparedar ou enterrar suas melhores garrafas para evitar a pilhagem do inimigo, o livro narra os acontecimentos nas cinco maiores regiões vitivinícolas da França: Borgonha, Bordeaux, Champagne, Alsácia e Vale do Loire, e tem passagens de realmente prender a respiração. Astúcia, perspicácia, terror, mas, acima de tudo, uma história de amor do homem pelo seu maior tesouro (e da França): o vinho.

Champagne, de Don & Petie Kladstrup

O livro Champagne – Como o mais sofisticado dos vinhos venceu a guerra e os tempos difíceis – também do casal Don & Petie Kladstrup e publicado por Jorge Zahar Editor, é uma narrativa emocionante sobre a história do vinho espumante mais famoso do mundo. Seguindo a linha de Vinho & Guerra, tem como pano de fundo eventos históricos reais, que comporão o cenário pelos quais conheceremos tanto os seus produtores, como as terras onde é produzido o champagne. Preparem-se para conhecer personagens admiráveis, como Dom Pérignon e os donos, em particular as donas, de casas famosas de champagne, como Madame Pommery e Nicole-Barbe Clicquot, a famosa Veuve Clicquot, além de toda superação e coragem envolvidas.

A História do Romanée-Conti, de Maximillian Potter

Este livro é para aqueles que gostam de uma história policial, com muito suspense e mistério, e um desfecho surpreendente. A História do Romanée-Conti e a Trama para Destruir o Melhor Vinho do Mundo, escrito pelo jornalista Maximillian Potter e publicado por Jorge Zahar Editor, narra a trama real de um possível envenenamento das vinhas do Domaine de la Romanée-Conti, localizado na região francesa da Borgonha, umas das mais importantes zonas vitivinícolas do mundo. Este livro nos conduz por toda a trajetória do lendário vinhedo e, como o próprio nome diz, local onde nasceu aquele que é tido por muitos como “o melhor vinho do mundo” e todo um plano arquitetado para destruí-lo.

Agora, se você é daqueles que além de gostar de vinho, quer saber um pouco mais do assunto para melhorar a sua experiência de degustação ou obter dicas de harmonização com comida, mas sem muito aprofundamento teórico… Em outras palavras, quer algo mais leve como um vinho jovem, sem passagem por madeira, trago duas sugestões em forma de guias ilustrados:

Os guias Wine Folly e Vinhos

O Guia Essencial do Vinho Wine Folly, escrito por Madeline Puckette e Justin Hammack, fundadores do site winefolly.com, e publicado no Brasil pela Editora Intrínseca, aborda de forma leve e descontraída assuntos como: noções básicas sobre a degustação, as taças, os rótulos e a harmonização com comida, passando pelos estilos de vinho, tipos de uvas viníferas e países produtores. Por se tratar de um guia visual, com muitos gráficos e mapas coloridos, é útil tanto para iniciantes como para aqueles que já iniciaram a viagem.

O guia da Publi Folha Vinhos – Aprenda na prática a degustar a bebida, escrito por Marnie Old, segue a linha leve, prática e descontraída de abordar o tema, mas se aprofunda um pouco mais em alguns tópicos de enologia, como procedimentos de vitinicultura, além de propor, inclusive, roteiros de degustação.

Ambos também são muito úteis para consulta e também para quem quiser fazer aquele bate-e-volta neste mundo delicioso do vinho.

E, por fim, pode ser que você seja daqueles degustadores que, além de apreciar um vinho jovem, prefira um vinho estruturado, que passou por madeira e tem maior complexidade. Então, sugiro dois clássicos que, em minha opinião, não podem faltar na sua estante:

Os clássicos Atlas Mundial do Vinho e Os Segredos do Vinho

O Atlas Mundial do Vinho, no Brasil publicado pela Editora Globo, foi escrito num dueto perfeito pelos escritores High Johnson e Jancis Robinson, dois dos ícones mais respeitados no mundo do vinho. Publicado pela primeira vez em 1971, é considerado até hoje, quase 50 anos depois, como a principal obra de referência sobre vinhos. Além de uma sólida introdução, com capítulos sobre os principais assuntos do tema, como história, vinhas, uvas, climas, terroir, pragas, uso da madeira, rolhas e harmonização, entre outros, o livro aborda quase todas as áreas vitivinícolas do mundo de forma bastante pormenorizada, incluindo até informações sobre a produção de vinhos na China e no Japão.

Os Segredos do Vinho – Para Iniciantes e Iniciados, publicado pela Mescla Editorial, é considerado um dos mais completos livros sobre vinhos editado no Brasil. Escrito pelo brasileiro José Osvaldo Albano do Amarante, que, segundo o prefácio da obra, iniciou seus estudos sobre o assunto em 1974 e, em 1983, foi um dos fundadores da confraria Grupo Amarante, a primeira a realizar degustação de vinhos às cegas no Brasil. Prepare-se para uma maravilhosa viagem de descobertas incríveis por suas páginas, com escalas básicas em assuntos como compra, armazenamento, serviço, consumo, harmonização e degustação do vinho e conexões mais profundas em enologia e técnicas de vinificação e envelhecimento da bebida. Um panorama mundial da produção da bebida, analisa 17 países vinícolas, destacando um capítulo sobre o Brasil e as regiões produtoras de vinho. A viagem termina com uma visita por um glossário claro e preciso de termos relativos ao tema, tabela de safras e bibliografia recomendada. Imperdível!

Pois bem: pegue sua taça, abra uma garrafa de vinho e um livro… E boa viagem!

Um brinde!

*Lucia Grimaldi, colunista do Que Gostoso!, é graduada e pós-graduada em fonoaudiologia e direito e possui a certificação internacional Wine & Spirit Education Trust (WSET) nível 2. Contatos: grimaldipervino@gmail.com e o instagram @grimaldipervino

Um comentário sobre “Livros para… Degustar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s